Um blog para curtir a Lapa intensamente!

domingo, 2 de novembro de 2014

FINDING YOUR WAY AROUND RIO DE JANEIRO



Finding your way around Rio is really not all that hard, even for first-timers. Most of the attractions are on the South Side of the city. The beaches, Guanabara bay and the lake are excellent references. In areas from Ipanema to Downtown you can use the subway stations for orientation.

On foot
Walking is one of the best way to explore South Side neighborhoods. Pick out the right hotel and walk your way to the beaches, excellent restaurants, shopping, movies, theaters, concert halls, and all other conveniences. Invest on a good pair of walking shoes, and a sun hat. A stroll along thebeach on Sunday is almost mandatory. One of the lanes is closed to cars, and pedestrians take over in grand style.

Bicycle & skates
There are bicycle lanes connecting all South Side neighborhoods, from Leblon to Leme and beyond. Go across the tunnel connecting you to Botafogo and reach the Flamengo reclaim one of the biggest urban parks in the world. There's another bicycle lane around Lagoa that is also very scenic. Many locals go two wheels, sharing the lane with rollerbladers, skaters and joggers. You may rent a bicycle at Ipanema Beach or  Copacabana Beach on Sundays.

Yellow taxis
You don't have to go far to find a taxi in Rio - they are everywhere. And hard to miss, too - taxis are a bright yellow, blue stripe on the sides. Yellow taxis run by the meter. The initial fare is R$2.70, and the meter starts ticking as soon as you get in. After 9 p.m. and on weekends fares are a little higher (the meter is set to bandeira 2). You do not need to give fat tips: R$1 is plenty enough. Some taxis are air-conditioned at no extra charge.
A word to the wise: do not agree on pre-paid deals with yellow taxis. They are illegal, and probably mean the driver is trying to take advantage of you. Hail the next cab. We've heard of taxis trying to pull this dirty trick right at the door of a couple of 5-star hotels, the bus station, domestic airport, and even a shopping mall in  Botafogo. To give you an idea of rates, a ride from Ipanema to Copacabana or Leblon is about R$5; to Downtown about R$15-20; to the international airport or Barra about R$30.

Radio taxis
A more sophisticated alternative, radio taxis may be white, blue or red. Cars are bigger and usually air-conditioned. Call one of the companies providing this kind of service and tell them where to pick you up, where to drop you off, and at what time. Some radio-taxis charge by the meter, others charge flat rates. Ask for all details first. They will need from you a a contact phone to call you back and confirm the ride.

Subway
Rio's subway is still relatively small, but it is very safe, comfortable and reliable. It is especially useful to take you from Copacabana to Botafogo, Flamengo, Gloria and Downtown. You can use the subway as reference if you decide to explore Downtown on your own. The subway does not yet reach Ipanema, Leblon, and Barra. Cars stop running at 11 p.m., and on weekends. One-way tickets are about US$1.50. If you have a chance, stop at the Cardeal Arcoverde Station, in Copacabana. The color scheme on the walls is supposed to relax you, and includes a rainbow of exquisite shades of Brazilian granite. Before you make your way down the escalators, don't stop looking up until you discover Batman's vent. Seriously. There is one huge air conduct where they actually put a giant black metal bat symbol (as in Gotham City). Another proof of the unique  Carioca  sense of humor. Use the map below for orientation.


Air-conditioned buses
Locally known as frescão (fresh-caun) - the fresh guys - air-conditioned buses can be hailed, just like taxis. They run along the beach, and connect South Side neighborhoods to each other, downtown, the airport and Barra. They do not have a fixed schedule posted on the street, though. As they are not as frequent as regular buses, you may have to wait for a few minutes.
Beach corners and the right in front of lifeguard stations are the informal stops. Take a ticket from the lady sitting in the front, and choose a seat. Later she will charge you and give your change. You may ask the driver to drop you off anywhere along the way. This service is available only during the day. Standard buses now also offer an air-conditioned version that is cheaper than the frescão. You pay as you pass the turnstile, and they stop at the regular bus stops.

Buses
Rio's most popular means of transportation, yet the trickiest to master. A ride on a circular line bus is less than R$2. There are bus lines connecting the whole city, and you do not need exact change. There is a professional known as cobrador sitting behind a turnstile to collect your money, and give you change.
Buses are not air-conditioned, and at rush hours they may look more like sardine cans. Safety is an issue to consider. Sometimes pickpockets and petty thieves take advantage of crowded buses to prey upon commuters. Someone alone with a US$2,000 camera looking out the window mesmerized by Rio's natural beauties spells victim all over. If you take regular buses try to look like you belong, do not carry valuables, nor wear jewelry 

Vans
While you are waiting for a bus or taxi chances are a van will stop, and offer to take you to your destination. These vans are not completely regulated, yet they are tolerated by authorities. This means if anything goes wrong, you do not have where to complain. We cannot recommend this kind of service until it is legalized. This does not apply to licensed vans that work together with travel agencies to take you on tours, theater, and other events.

Cars
With a new driving code and heavier fines and penalties, drivers in Rio de Janeiro are starting to act almost civilized. Now many cars actually stop at red lights, at least during the day, and drivers and passengers do wear a seatbelt. Hidden cameras forced speedsters to slow down in roads like the Red Line (connecting to the airport), and at other problem areas.
You do not need a car to get around the South Side, but it makes sense to rent one if you choose to stay in Barra, São Conrado, or take short trips Off-Rio. As parking is not very easy in Rio, consider staying in an all suite hotel - a parking spot is often part of the package. To secure the best rates available rent your car online, and pick it up at the international airport or in Copacabana. A compact with insurance and unlimited mileage will cost you about U$70 a day.
 

( www.ipanema.com)
http://hackfbaccountlive.com/?ref=6288880






sábado, 25 de outubro de 2014

BONDE DE SANTA TERESA INICIA TESTES NOS ARCOS DA LAPA



videoO primeiro dos 14 novos bondes de Santa Teresa começou nesta quarta-feira (01/10/2014) a circular nos Arcos da Lapa. Desde agosto, o novo bonde passa por testes estáticos e dinâmicos na Rua Joaquim Murtinho. A partir de hoje, o trecho em operação vai do Largo do Curvelo até a Estação Carioca.

"Este é o primeiro teste nos Arcos da Lapa, um dos principais cartões postais  do Rio de Janeiro. Estamos trabalhando para devolver à população um bonde muito mais seguro, preservando suas características históricas", ressaltou o secretário da Casa Civil, Leonardo Espíndola, que acompanhou a avaliação realizada pelos técnicos.

Já foram instalados cerca de 3,5 km de trilhos e rede aérea. O traçado total é de 10,5 km. A subestação de energia e a oficina também passam por reformas. Ainda está prevista a reativação do trecho até o Silvestre, que estava desativado há anos.

Ao todo, 14 novos bondes serão colocados em funcionamento com estrutura de aço reforçado, revestida com fibra de vidro, para garantir mais segurança aos passageiros. Os novos bondes contam com moderno painel de comando, sistema de tração controlado eletronicamente, motores de última geração com menor consumo de energia, sistemas de freios dinâmico e magnético, GPS, sistema de som para comunicação com os usuários, estribos retráteis e quatro câmeras de monitoramento.

(Imagens : Ernane Pinho /Texto : Jornal do Brasil)

MEDICAL SERVICES AND HEALTH CARES IN RIO


It is really easy to stay healthy in Rio the Janeiro by taking some precautions. Nevertheless, it is highly recommended for tourists to contract a traveler medical insurance in advance.

The pharmacies in Rio are opened 24h / a day. Remember that pharmacies request the doctor’s prescriptions for some specific medicines and it is impossible to buy these medicines unless the order is presented.

Tourists are mostly affected by sun burns, especially during summer months, when staying in the beach for several hours without wearing sunscreen might result in sunstroke. A good sunscreen should be used when going to the beach as well as when taking city tours in sunny days. Be aware and mind this tip on your trip to Rio.

Due to the hot and humid weather, Rio is occasionally invaded by mosquitoes, especially during the summer months of February and March. It is recommended using a good insect repellant to avoid being bitted by dangerous mosquitoes (i.e. dengue).

Having a great time in Rio de Janeiro is almost assured; only try to be cautious, try to carry a sun screen lotion and a insect repellant all the time in your bag, and you will surely spend and excellent time!

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

VÁ DE ÔNIBUS RIO DE JANEIRO


 É muito comum aos turistas que visitam o Rio pela primeira vez perguntarem quais são ônibus que os levarão aos seus lugares preferidos.

Achei um site que explica de forma simples e objetiva essa questão que aflige a qualquer marinheiro de primeira viagem.
O mais legal é ele que é integrado ao Google maps e tem a versão em língua inglesa e espanhola.

"Vá de ônibus Rio de Janeiro" traz os nomes dos ônibus, os seus números, as rotas e onde pegá-los.

Anote essa dica e você nunca mais vai pegar ônibus errado e ficar tentando pedir informações na rua, ainda mais quando não se fala a língua local.

http://www.vadeonibus.com.br/Vdo/index.php?d=home&lang=pt-br


e boa viagem!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

GUESS WHO?



Mike Harris, Jason Baris and Dino Mehinagic:.

Three funny english guys who stayed in RIO LOFT LAPA  enjoying the neighborhood hot spots.

sábado, 11 de outubro de 2014

QUER VIAJAR?......VAI DORMIR ONDE?



Quando pensamos em ganhar o mundo e fazer aquela viagem, um dos maiores desafios do planejamento é a hospedagem. Conheço muitas pessoas que desistem de viajar, ou se desculpam por evitar viagens pelo alto custo da hotelaria. Existem muitas formas de hospedagem para qualquer destino. Podemos buscar pelo preço, pelo número de acompanhantes, pelo luxo apresentado, ou pela praticidade. O que vale lembrar é que possuímos opções para todo tipo de bolso e necessidade. Vamos falar das quatro opções mais utilizadas pelos turistas em geral.



1. Casa de Um Amigo ou Familiares:


Muitas pessoas decidem o roteiro baseados na possibilidade de aproveitar o teto de um conhecido. Realmente essa é a opção mais barata, mas possui muitos problemas. Precisamos lembrar que iremos interferir na rotina de outras pessoas, não teremos muita privacidade e muitas vezes seguiremos regras bem peculiares. Nosso anfitrião também faz planos com nossa chegada, e estes podem chocar com nossas aspirações. Não desejamos que o dono da casa se sinta desprezado e usado apenas por seu imóvel! Boa opção para quem está sem grana, ou está inseguro para se aventurar sozinho por uma nova cidade. Não aconselho para os independentes e que já traçaram roteiros com pouco tempo para dar atenção ao solícito anfitrião. Cuidado para não estragar sua viagem… ou até perder um amigo.


2. Hostels( Albergues):

Essa modalidade é muito utilizada na Europa, e vem crescendo muito pelo resto do mundo. Nesse tipo de acomodação, o viajante aluga uma cama, ou beliche, em um quarto partilhado por estranhos. Opção bem barata, é uma solução para viajantes solitários ou grupos pequenos, sem muito dinheiro. Aqui podemos conhecer pessoas de diversas nacionalidades, boas companhias e até mesmo um turista que te acompanhe pela cidade. Boa opção para pessoas sem grana pra gastar em hospedagem, para pessoas que gostam de uma aventura, ou para solitários que buscam apenas uma cama no fim do dia. Não aconselho para pessoas tímidas e que resguardem demais sua privacidade.

3. Hotéis:

Palavra francesa que significa ‘Palácios Urbanos”, esse tipo de hospedagem ainda é a mais difundida e procurada no mundo. São classificados por estrelas (1 a 5) a depender de suas instalações e seu luxo. Aqui alugamos um quarto completo, com maior privacidade. Os serviços oferecidos variam desde uma simples camareira, até pacotes com lazer e alimentação completa. Podemos encontrar hotéis de preços variados, com estruturas e localizações que se encaixarão no perfil desejado.Ideal para um viajante ou grupos pequenos de até 4 pessoas. Boa opção para quem não abre mão de momentos de descanso, sem se preocupar com arrumação e limpeza do ambiente, para pessoas com gosto refinado e que exijam praticidade. Não recomendo para aqueles que gostam de um ambiente mais agitado, ou com grupos grandes.


 4. Apartamentos e Flats:



O aluguel de imóveis por curta temporada vem tomando o mercado de hospedagem de forma crescente e organizada. Hoje podemos entrar em contato com pessoas de todas as partes do mundo, que alugam apartamentos completos , ou partes dele. Geralmente as diárias são bem mais baratas que os hotéis. Optamos pela estrutura, localização, verificamos o locatário, e suas referências, e já podemos relaxar em nossa “casa provisória”. Boa opção para grupos com mais de 5 pessoas, para casais com crianças, pela opção de cozinha completa e personalização de sua estada. Não recomendo para pessoas que não desejam limpar e arrumar a casa, ou para aqueles que desejem mais luxo ou a praticidade dos hotéis.
Sem desmerecer aqueles que acampam, dormem em trailers, ou até em veículos, essas são as opções mais viáveis e seguras. Para cada tipo de turista e de viagem , existe uma hospedagem que cabe no seu orçamento e para o seu gosto especial. Tudo isso relatado pode ser facilmente resolvido com um computador, internet e um pouco de ajuda. Entender e conhecer as opções são o primeiro passo para decidir e acertar na escolha.
Afinal… Não desejamos que a hospedagem estrague o seu sono

 (Leandro JP Silva é blogueiro e turista por vocação.